quinta-feira, 20 de maio de 2010

E A NOVELA DA PEC 300 CONTINUA



Mais uma vez os deputados nos fazem de idiotas. Acho que pensam que só porque somos policiais não temos inteligência para analisar o que está acontecendo, por mais simples que seja. É óbvio que estão nos enganando com promessas e mantendo a esperança de muitos, pelo menos, até o término das eleições. Quem é a favor da PEC “300” e dos agentes de segurança desse país já se posicionou e é claro e evidente que quem não está a favor quer ganhar tempo e só se mostrar depois das eleições. Ontem muitos guerreiros entoaram hinos e canções, além de palavras de ordem para, digamos, incentivar a aprovação da PEC de nossos sonhos e mais uma vez a votação foi adiada. Esses deputados estão brincando com fogo, estão mexendo com a segurança pública de uma nação, agentes que, com a exceção de Brasília, estão em um estado lastimável e isso é inaceitável em um país rico como o nosso, onde um político ganha o mesmo que um político de primeiro mundo (ganha mais que um parlamentar inglês, por exemplo e tem mais regalias), onde o imposto pago supera todos os países, menos a Alemanha (levando em conta que na Alemanha o povo tem um serviço público de qualidade) e já que o país tem dinheiro para sustentar a pão-de-ló toda uma gama de políticos das mais diversas ramificações da sociedade e ainda dando a maioria um salvo conduto para qualquer tipo de delito envolvendo essa classe de pessoas. A votação da PEC foi adiada mais uma vez, como já era esperado pela maioria de nós, dessa vez foi empurrada para o próximo dia 25 (terça-feira) e sabe-se Deus se vai ou não ser votada e se for votada se vai ser finalmente aprovada. As mobilizações já começaram em todo o país, policiais indo fazer serão na porta da Câmara, policiais civis entrando em greve aqui e na Bahia, e esse barril de pólvora, que está cada vez mais cheio e perto de uma tocha chamada necessidade, está prestes a explodir e sendo o presidente em exercício na “casa”, o Marco Maia do PT-RS, tem uma grande responsabilidade do rumo que está sendo tomado para ludibriar os profissionais da área de segurança já que suspendeu mais uma vez a bendita votação, segundo notícias, por causa da “pressão” feita por parte dos colegas que lá estavam.

Vamos ficar na torcida pela a aprovação PEC 300 e já tentando analisar quem está à nosso favor e principalmente quem está contra nós.

Nenhum comentário: