terça-feira, 19 de julho de 2011

PRAÇAS DA POLÍCIA MILITAR DE SÃO PAULO EM ESTADO DE REVOLTA CONTRA OS OFICIAIS




Governantes tucanos constituem-se nos algozes dos praças

Mais uma vez o Governo de São Paulo e a Polícia Militar dão um tapa na cara dos praças e até da população ao anunciar o índice de “reajuste” da insitutição. Os 15% em nada suprirão as necessidades da maior parte da categoria (praças – soldados, cabos, sargentos e subtenentes), mas foi muito bom para os oficiais da PM, pois trouxe no bojo da lei o que o comandante da PM chamou de “uma injustiça que se corrige depois de 20 anos”. Não é bem assim.
A princípio, é de bom tom começar pela nota enviada pelo comandante geral da PM, coronel Álvaro Batista Camilo, a todos os quartéis. Nela, o militar exalta os 15% e o pacote de mudanças na carreira policial. A proposta ainda será enviada à Assembleia Legislativa para aprovação. Curiosamente, um dos que mais lutaram por esse pacote tenha sido, além do comandante geral, o secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, um ex-coronel (oficial) da PM. Coincidências, apenas coincidências
O coronel afirma que a inflação prevista para 2012, desde 2009, deve chegar a 18%. O aumento anunciado de 15% em 2011 e 11% a partir de agosto de 2012 chegará a 27,7. Um ganho, nas palavras dele, a todos oficiais e praças. Não é bem assim.

2 comentários:

Impunidades e Injustiças Sociais disse...

Nem sei mais o que dizer,pois hoje mesmo em conversa com um amigo servidor do Judiciário,esse que encabeçou as greves aqui em meu município,OSMAR,ao me perguntar como eu estava,e o que havia feito no caso do meu marido um PRAÇA/SP , instituição essa que meu Pai serviu por 34 anos e meu irmão e esposo servem,disse a ele que quase acabaram com a minha vida semana passada,e mais precisamente no final de semana ,quando meu marido fora punido com um corretivo,por ter ficado do meu lado em seu dia de folga ,em uma entrevista ao jornal BOM DIA ,relatando uma abordagem equivocada que eu sofri por parte de seus parceiros de equipe ,não que eu não possa sofrer uma abordagem,ser privilégiada,mas o fato de como os seus parceiros fugiram do POP,sendo que os mesmos sabiam quem estavam abordando,uma filha,irmã e esposa de policial,conhecedora do Procedimento Operacional Padrão,mas uma das justificativas de tais erros ,fora citada em um documento interno assinado pelo ex comandante de meu esposo ,relatando que a tropa ao serem perguntados dos motivos das falhas nas abordagens ,essas denunciadas em blogs locais,e não só por minha pessoa,segundo o nobre Oficial ,pois ele sabe que minha palavra pesaria pelo fato deu ser da casa ,e isso causaria um reboliço ,pois tanto é que as pessoas me dizem ,se fizeram isso com você conhecedora das normas da PM,imaginem o que não fazem com o povo, também foram feitas denuncias nos jornais,os Praças alegaram não terem sido treinados para efetuarem abordagens,ou seja eu não estava errada em fazer minha denuncia ,bem como não eram culpados os praças que me abordaram,e o pior ,esse oficial até antes de eu ser casada com um praça ele não tinha como me prejudicar e me calar,daí ao me casar com um ,ele viu umm meio,tanto é que teve um praça que por causa dele fora exonerado da PM injustamente e hoje foi reintegrado,e na mesma CIA que meu marido era lotado e onde ele ainda comanda,tem pelo menos 4 PMs que estão tendo problemas com ele,mas a maioria deles pediram transferências para outro batalhão dentro do município,devido não terem condições de trabalho, e depois ele dizia que o problema era comigo,e a matéria do jornal ofendeu o BRIO DO OFICIAL,que precisava de um motivo para tentar me calar e para isso usou de sua Patente contra a que meu esposo não tem,pois o mesmo já não gostava de mim desde 2003,pois o mesmo tem demonstrado incompetência em seu comando e acaba punindo seus praças para se eximir de sua incompetência,e nessa entrevista que dei ao jornal cobrei de meu marido sua presença como marido ,homem da casa uma vez que ele sai para defender vida dos outros e por que não iria defender a sua,se uma vez que os comandos falam que problemas familiares extra corporação não se resolvem na esfera militar mas n esfera civil,então por que o Comando poder interferir em nossa vida familiar?

Impunidades e Injustiças Sociais disse...

O comando tem que entender que os Policias não são maquinas do estado,que eles ligam e desligam ,eles são seres humanos ,e já que não SÃO VALORIZADOS COMO FUNCIONÁRIOS QUE SEJAM RESPEITADOS COMO SERES HUMANOS.
E o pior não termina aqui,eles querem arranjar um jeito de me calar,pois esse ex comandante de meu marido alega em um 2º PD por minha causa,para que eu não relate assuntos pertinentes a tropa,ele ate instigou os PMs da abordagem a me processarem por denunciar caluniosa,por isso aviso aos cidadãos que não procurem a corregedoria da PM/SP ,pois de vitimas vocês poderão virar réus e ou quem sabe mortos,nunca se sabe ,pois não sabemos com quem estamos lidando ,não vem escrito na testa ,nem mesmo na tarjeta,menos ainda temos acesso aos apartes.
E o pior que nem o pior que as laranjas podres são protegidas e as laranjas boas são perseguidas,e o pior meu marido é um enfeite ,pois abrir a boca para defender sua família,ser[á punido,ou seja se eu for estuprada por um parceiro,assassinada,ele terá que aceitar,pois entendam uma coisa,não é a profissão que faz o mal exemplo,mas a genética de cada individuo,pois para se ter desvios de conduta basta ser ser humano,não importa o cargo,o status,a condição social ,CONDUTA ÉTICA E OU MORAL E MAIS AINDA ESPIRITUAL SE TEM OU NÃO DESDE QUANDO NASCE.E uns apenas aparentam ter e isso é que tem valor para uma sociedade falsa moralista e corrompida em seus valores éticos e morais.ONDE O CERTO É O ERRADO E O ERRADO É O CERTO.

na integra em meu blog